Pelo Fim Das Associações Policiais Civis, e Por Um Sindicato Forte!


Quero aqui difundir uma ideia que no meu entendimento irá causar enorme avanço nas reivindicações policiais ao mesmo tempo em que representará uma economia nos bolsos já tão combalidos dos policiais, sem contar na satisfação em acabar com a mordomia daqueles que dirigem as várias associações policiais civis.
Temos que definitivamente nos desvincularmos de tais associações que em momento algum nos representam, seja de forma legal ou mesmo de fato, pois a própria Constituição Federal estipula em seu art. 8º, III, que ao SINDICATO cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas; Sendo o mesmo tratado pela CLT, onde em seu art. 513, define como prerrogativas dos SINDICATOS, dentre tantas, representar, perante as autoridades administrativas e judiciárias os interesses gerais da respectiva categoria ou profissão liberal ou interesses individuais dos associados relativos á atividade ou profissão exercida. E como se não bastasse o impedimento legal, não vemos na prática uma tentativa de nos representar, ainda que de forma auxiliar aos respectivos sindicatos.
O que vemos em tais associações são o esbanjar do dinheiro dos associados, com comemorações nababescas, ainda que anuais, onde além da fartura dos “comes e bebes” são gastos enormes quantias na aquisição de presentes, aplicando o velho adágio de fazer cortesia com o chapéu dos outros. Isso se nos ativermos apenas e tão somente àquilo que vemos e presenciamos, pois duvido muito que quaisquer dos senhores saibam exatamente o quanto cada um dos vários diretores percebe mensalmente para o exercício da função.
Pois bem, se essas associações não nos representam mesmo que se por um milagre assim desejassem, pois impedidas que são pela lei; se dão um destino desconhecido aos valores arrecadados a cada mês, entre “salários”, manutenção dos ativos, pagamento dos passivos, etc., o porquê de mantermos essas associações? Apenas para desfrutar de um benefício que poderíamos perfeitamente nos privar, ou senão, desfrutarmos de qualquer outra forma, já que muito dos que nos oferecem, invariavelmente utilizamos quando ainda é novidade, e com o passar do tempo acabamos por utilizar cada vez menos? Os senhores acreditam que esse valor de contribuição, ainda que baixo, devem ser empregados para a mantença de uma associação inoperante, ao menos quanto às nossas pretensões, pois ainda que mantidas com o nosso dinheiro, muita das vezes está conluiada com o Governo do Estado?
Está ai o que penso, espero que ao menos os senhores parem para pensar se estou totalmente errado, e após uma reflexão expressem aqui a sua contrariedade, ou então expressem com a devida desfiliação, dessas associações, a sua concordância.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s