Nível Universitário Para Investigadores e Escrivães de Polícia – Resultado da Assembléia Geral.


Estive na data de hoje na Assembleia Geral convocada pelos sindicatos dos escrivães e dos investigadores do estado de São Paulo, onde ficou decidido pela preparação da chamada “operação padrão”, bem como pelo indicativo de greve a partir do mês de julho, caso o prazo dado ao grupo de trabalho composto por membros do legislativo e do executivo não decidam de modo favorável sobre o reenquadramento dos escrivães e investigadores ao correspondente de tais cargos ao nível universitário, exigido para o ingresso em tais carreiras, e de tudo que presenciei pude anotar aspectos positivos e negativos.
Como é óbvio vou destacar os pontos positivos que além de serem melhores já na sua essência, pois são bons, me pareceram maioria na reunião:
1º. Cabe destacar a quantidade dos presentes, que apesar de estarem muito aquém do desejado e do possível, já que essas duas carreiras contam com milhares de policiais, foi tão surpreendente que a própria organização do evento, não contando com a presença de tanta gente, teve que se desdobrar para conseguir transferir a reunião para outro auditório, pois o que haviam acertado não comportava o público que contava pelos meus cálculos com mais de cem pessoas certamente, podendo estar com 150 pessoas ou até um pouco mais;
2º. É preciso fazer uma menção honrosa ao Presidente do Sindicato dos Escrivães, João Xavier Fernandes, pois em que pese a dificuldade de se expressar e coordenar as idéias, demonstrou honradez em estar presente, o que já não podemos dizer do Presidente do Sindicato dos Investigadores, João Batista Rebouças da Silva Neto;
3º. Também como fator positivo deve-se ressaltar o interesse dos presentes que não se furtaram a opinar e a participar dos debates, evidenciando que a presença refletia um real interesse nas reivindicações em pauta, como se via nas palavras do colega Georges Habibs, pois, que me desculpem os demais, é o único de quem me lembro o nome;
4º Como um dos pontos mais relevantes, ressalto a presença do Deputado Estadual Olímpio Gomes, e a este fato dou o devido destaque pelo simples fato de ver nele uma verdadeira liderança dos policiais paulistas, e, muito embora seja um ex-Major da Polícia Militar paulista, se demonstra preocupado pela situação envolvendo ambas as instituições, e portanto assume, definitivamente, a posição de representante também da Polícia Civil de São Paulo, inclusive se colocando a disposição para as reivindicações presentes e futuras, o que já era evidente pela sua simples presença na reunião nesta tarde de sábado;
5º Por fim, fomos informados que ao governo será dado o prazo máximo de 30 de junho de 2012 para se manifestar de modo favorável sobre o reenquadramento dos escrivães e investigadores ao que se refere ao nível universitário.
Agora, como contraponto citarei, brevemente, pois não darei aos pontos negativos importância maior do que merece, a ausência do Sr. Presidente do Sindicato dos Investigadores do Estado de São Paulo, João Batista Rebouças da Silva Neto, ainda que a alegação dos seus representantes tenha sido uma motivação de ordem particular, uma vez que ficou ainda mais evidente de que este serve a alguém que não os Investigadores de Polícia; como também a quantidade de presentes, que como disse poderia, e mais do que isso deveria ser maior.
Assim sendo, volto dessa reunião um pouco mais confiante de que ainda resta alguma esperança para a Polícia Civil, e que para as coisas definitivamente retornarem aos seus eixos devemos ter uma maior participação nas decisões envolvendo o nosso futuro, como também escolhermos melhor os nossos representantes, seja em sindicatos ou nos cargos públicos.
Há tem só mais uma coisa, lembremos que os representantes classistas são àqueles ligados aos sindicatos e não as mais variadas associações. Sendo assim, para darmos uma lição aos sindicalistas ausentes precisamos escolher alguém que realmente tenha interesse em nos representar, e para dar uma lição aos presidentes de associações que apoiam o governo PSDB, precisamos apenas nos desvincularmos das mesmas, nos desfiliando.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s