Juíza Do Rio De Janeiro Morta Em Emboscada.


É inacreditável a ação da bandidagem, ao que parece nada lhes inibe em sua ações criminosas, não há mais local, hora ou pessoa que represente em algum momento um empecilho para agirem, para cometerem os seus atos criminosos, a única coisa que importa à eles é o interesse e a oportunidade, situações que quando preenchidas acabam por decretar o roubo, o latrocínio, o sequestro, o homicídio e qualquer outro crime que será praticado.

A afronta ao estado de direito e as suas instituições garantidoras, mais do que um ato contra a pessoa representa um ato contra o Estado à quem esta representa, e como consequência a vítima será sempre a sociedade, denotando assim a fragilidade do Organização do Estado ante as Organizações Criminosas.
E mais uma vez o Estado é afrontado, pois considerando-se que a Juíza, Patrícia Lourival Acioli, fora vitimada em virtude das suas decisões como magistrada, os autores do crime covarde e cruel, queriam atingir ela enquanto representante do Estado, e embora o crime deva ser tipificado como homicídio, ele se assemelha muito à um atentado terrorista, já que a intenção é a de inibir a ação do Estado com a disseminação do terror.
Nos próximos dias muito se discutirá sobre o fato da mesma andar sem escolta, ou ao menos com um carro blindado, o que, provavelmente, teria lhe dado alguma chance de sobrevivência, e os motivos que a levavam a dispensar tais proteções, mas tenho para mim que essas são questões menores, já que o que devemos questionar é a posição do Estado diante desse novo ataque.
Tenham em mente que criminosos só se dispõem a atacar o Estado quando esse se mostra “fraco”, quando esse deixa transparecer a sua inoperância, por incompetência ou mesmo comodidade, no enfrentamento de tais grupos, não podendo descartar também que muitos dos que são eleitos representam na verdade esses mesmos criminosos.
Agora é o momento em que o Governador Sérgio Cabral deve, caso seja sério, digno e honesto, dar uma resposta aos bandidos, uma resposta dentro da legalidade, mas rápida, firme e forte, para que os criminosos sintam o peso do Estado em suas costas e arrependam-se da maldita hora em que nasceram, e ao mesmo tempo demonstrando à sociedade que está atento e que não admitirá ações que possam de alguma forma representar um abalo nos pilares do Estado Democrático de Direito.  

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s